- Publicidade -

 

O Grupo Air France-KLM confirmou nesta quinta-feira (10) que a Joon, companhia que opera atualmente voos entre Paris e Fortaleza, deve ser extinta. A reportagem do Sistema Verdes Mares apurou que os voos para a Capital cearense devem ser realizados em aviões da própria Air France e que todos os passageiros, que já fizeram as reservas, não serão prejudicados. O Grupo informou que deverá se posicionar sobre o assunto em instantes.

Segundo o site de notícias especializado em aviação, Airways International, um memorando interno do sindicato Union des Navigants de L’Aviation Civile (UNAC) – sindicato francês de tripulantes – informou que a Joon será absorvida pela Air France.

“Depois de inúmeras trocas com funcionários e clientes e discussões com os sindicatos, decidimos lançar um projeto sobre o futuro da marca Joon e a integração de funcionários e aeronaves de Joon à Air France”, reportou o site.

Em novembro do ano passado, o jornal francês Le Figaro disse que o CEO da Air France-KLM, Ben Smith, não estava convencido sobre o conceito “híbrido” da companhia e que prentendia encerrá-la.

Confira nota da Air France-KLM

Depois de muita discussão com funcionários e clientes, e em consulta com os sindicatos, a Air France decidiu lançar um projeto que estuda o futuro da marca Joon e a integração de funcionários e aeronaves da Joon na Air France.

Apesar da positividade da Joon, em particular a contribuição inestimável das equipes que foram formadas, que lançaram a empresa e trabalharam com paixão e dedicação, a marca foi difícil de entender desde o início para clientes, funcionários, mercados e investidores.

A pluralidade de marcas no mercado criou muita complexidade e, infelizmente, enfraqueceu o poder da marca Air France.

Por meio da integração, a Air France veria muitos benefícios graças à harmonização de frota, marca e produto. A gestão da operação seria melhorada por meio de uma frota comum de aeronaves. A Air France também poderá garantir uma transição suave dos já encomendados Airbus A350 para a frota da companhia, com uma configuração de cabine mais econômica.

Todos os voos da Joon atualmente vendidos ou à venda serão operados pela Joon até que o projeto seja concluído e, em seguida, assumidos pela Air France.

A simplificação do portfólio de marcas, ao mesmo tempo em que se capitaliza na marca mãe da Air France, é um ativo inegável para nossos funcionários, nossos clientes e, de fato, todas as partes interessadas. Permitiria também que a Air France concluísse essa integração sem afetar a eficiência do Grupo Air France-KLM.