Retirada de ambulantes no centro do Crato gera tumulto e resulta em voz de prisão

PORRedação Badalo
- Publicidade -

 

A fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente do Crato realizou hoje, 09, uma ação de retirada de vendedores ambulantes de verdura que ocupavam as proximidades da rua Santos Dumont com a rua Senador Pompeu, no centro da cidade. O ato acabou em confusão, gerando revolta dos comerciantes e populares, desacato à autoridade e uma voz de prisão.

O intuito era acabar com a ocupação irregular que existia no local, segundo o Coronel Jarbas Freire, Secretário de Segurança do Crato, que afirma que os vendedores seguiam no local mesmo depois de receberem advertências.

Segundo ele, esse tipo de comércio não é permitido nas proximidades. “Alguns vendedores foram remanejados para atrás da Prefeitura Municipal, com a disponibilização de barracas padronizadas […] mas dois ou três insistem em não acatar [a proibição]”, diz ele, e completa: “não se aceita, não se tolera, não se permite”.

Jarbas diz que uma das pessoas que teve o material apreendido desacatou às autoridades, e recebeu voz de prisão. Houve revolta da família e da população local, como se pode ver nos vídeos. Ele afirma que ocorreu “tudo dentro da legalidade”, e que “foi usada força proporcional a situação”.

O Coronel afirma que a Polícia Militar foi chamada ao local para reforçar a segurança e ajudar na condução da prisão, pois o número de guardas municipais era reduzido.

Veja o vídeo: