Diretoria de Competições da FCF veta estádio Inaldão por tempo indeterminado

PORToni Sousa
Foto: Toni Sousa
- Publicidade -

Depois da vitória sobre o Atlético Cearense, por 2 a 1, o Barbalha comemorou a conquista da liderança no Campeonato Cearense, mas nem tudo foi festa na noite desta quarta-feira(16). O estado do gramado do estádio Lírio Callou, O Inaldão, foi notado por todos. Os atletas da Raposa Caririense demonstraram preocupação durante os treinamentos da semana. Os jogadores do Atlético Cearense não pouparam críticas, já no intervalo do jogo. O goleiro Artur, por exemplo, reclamou bastante: “Não sei como a Federação Cearense de Futebol permite que um jogo seja realizado em um campo desse. Ele está muito ruim”, disse o goleiro. O clube da capital chegou a emitir, nesta quinta-feira, nas redes sociais, uma nota de repúdio, quanto ao estado do gramado e fez questão de afirmar que o Atlético respeita a cidade e os moradores de Barbalha, mas que a nota era sobre o estádio Inaldão.

Na súmula do jogo, o árbitro Carlos Custódio citou a situação do campo. “Informo que o gramado tinha muitas partes irregulares, com remendos, pinturas e areia, podendo trazer risco a integridade dos atletas e da equipe de arbitragem. Informo ainda que a iluminação deixou alguns setores do campo escuro”, declarou o árbitro.

A direção de competições da FCF, através do diretor, Eudes Bringel, se pronunciou, por volta das 19h, desta quinta, divulgando uma portaria. Nela, destaca inicialmente, que a responsabilidade, segundo o item II, no artigo 6, do Regulamento Geral de Competições 2019, diz que compete ao clube mandante, “tomar as necessárias providências para que os pisos dos gramados estejam em condições normais de uso”. Depois de citar vários argumentos, a portaria veta, por tempo indeterminado, a utilização do estádio para partidas do Campeonato Cearense da Série A. O Inaldão só será liberado, após a solução satisfatória dos problemas apontados e uma vistoria da diretoria de competições e de gestão de estádios da FCF.

O Badalo apurou que prevendo uma punição, depois da repercussão negativa quanto a situação do gramado, a diretoria do Barbalha já entrou em contato com a administração do estádio Romeirão, para realizar os outros jogos da primeira fase, em Juazeiro do Norte. A ideia é ter o Inaldão liberado para a segunda fase da competição.

Em tempo

O Badalo antecipou a situação precária do gramado do estádio Lírio Callou, O Inaldão, em reportagem veiculada no dia 04 de janeiro de 2019. O título era; Gramado do Inaldão ainda está longe do ideal para receber jogos do Cearense.