Violência doméstica na mira da educação através da poesia

PORAdriano Duarte
Foto: Reprodução
- Publicidade -

 

O criador do cordel que transforma em poesia a Lei Maria da Penha, Tião Simpatia, está a percorrer o estado do Ceará com com o projeto “Lei Maria da Penha em cordel nas escolas”. Com música e poesia, o cordelista visita até quatro escolas por dia, levando a mensagem de combate a violência doméstica, concretizando um sonho da própria Maria da Penha.

No Ceará o projeto iniciou sua segunda etapa desde o dia 6 de fevereiro, mas foi criado há cinco anos, em Teresina, no Piauí. A iniciativa envolve o Instituto Maria da Penha, Secretaria de Estadual de Educação e o poeta Tião Simpatia. A expectativa é que em breve o projeto possa vir à região do Cariri, semear junto aos estudantes a ideia de combate à violência doméstica.

Como autora da Lei 12.051, e que também empresta seu nome, Maria da Penha se faz presentes em ocasiões especiais nas apresentações. Sentada a uma cadeira de rodas, seu testemunho é agudo e toca o público. De acordo com Tião, Maria da Penha deve voltar a ao Cariri com show “Mulher de lei” que se realizará no mês de março deste ano.